Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Sem título

Às vezes não me sinto. Mesmo. Como se a minha alma saísse do meu corpo, desresponsabilizando-se de tudo o que ele faz.
Às vezes não me encanto. Com a lua, com as flores, com as crianças, com as palavras.
Às vezes não me encontro. Por muito que me procure, às vezes dentro de mim, não sei já onde estou.
Às vezes não me vejo. Acho que não me mereço, que sou fútil, desagradável, desinteressante.

Mas sinto-te sempre, encanto-me sempre contigo, encontro-te até quando não te vejo. Porque és parte de mim. Não porque sejamos almas gémeas ou porque seremos, um dia, um par.
Mas porque me marcas com a tua presença.
E, só por isso, fazes parte de mim.
Do meu sorriso.
Do meu olhar.
Do meu coração.
publicado por Brisa às 00:25
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sem título

. Não é por nada

. Apaguei-te

. ...

. Não me feriste de morte

. Aos poucos

. Triste

. Bonita

. Cansaço

. Sempre que...

.arquivos

. Julho 2007

. Setembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds